quinta-feira, 7 de novembro de 2019

Acusado de participar de morte de PM em Camaçari morre em confronto com policiais e outros dois são presos

Gilvan Alisson e Leonardo da Silva/ Divulgação SSP

Os latrocidas Gilvan Alisson Rebouça Araújo, de 19 anos, e Leonardo da Silva Ferreira, 22, envolvidos na morte do cabo Renato Santana Medeiros, foram presos, nesta quinta-feira (7), por policiais da 18ª Delegacia Territorial (DT), de Camaçari, em conjunto com equipes do 12ª Batalhão de Polícia Militar (BPM).


A titular da 18ª DT/Camaçari, delegada Thais Siqueira, explicou que Gilvan foi o autor do disparo que atingiu o policial, morto em um restaurante da cidade, durante um assalto, na segunda-feira (4). Com os criminosos ainda foram apreendidos 51 pinos de cocaína e 28 pedras de crack. “O material foi enviado para perícia”, completou a delegada.

Fique bem informado! Clique e siga-nos no Instagram.

Além dos dois presos no bairro de Santa Maria, um terceiro envolvido no latrocínio, Cid Ronaldo Carvalho da Paz Júnior, foi atingido durante confronto com os policiais e não resistiu aos ferimentos. Gilvan e Leonardo estão custodiados na unidade policial, à disposição da Justiça.