quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Justiça impede Petrobras de encerrar as atividades na Bahia


Na noite desta quarta-feira (16), o Ministério Público do Trabalho (MPT) obteve uma liminar que impede a paralisação das atividades da Petrobras, no estado da Bahia.

A ação cautelar foi aberta pelo órgão na terça-feira (15), após o encerramento da mediação entre o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro) e a Petrobras. O Ministério Público do Trabalho avançou com as investigações, entrando com uma ação na Justiça do Trabalho. O juiz Danilo Gaspar concedeu a liminar, após o processo circular na 6ª Vara de Salvador.

A decisão proíbe a estatal de fazer a transferência dos funcionários e de criar programas de demissão voluntária. A Torre Pituba, sede da Petrobras, situada em Salvador, deve ser notificada por um oficial de justiça nesta quinta-feira (17).

Neste mês, a empresa divulgou o início da desocupação da Torre Pituba, transferindo alguns funcionários concursados. O processo iria perdurar até o mês de dezembro.