terça-feira, 6 de agosto de 2019

FGTS: quem não quiser ter depósito de R$ 500 em conta poupança deverá informar à Caixa


A Caixa Econômica Federal confirmou nesta segunda-feira que o trabalhador com caderneta de poupança no banco terá os R$ 500 do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) depositados diretamente em sua conta. Mas aquele que não pretende retirar esse dinheiro poderá comunicar à instituição seu desejo de que os recursos voltem para sua conta vinculada de FGTS por meio do site fgts.caixa.gov.br. O interessado terá até até 30 de abril de 2020 para fazer esta comunicação.

Segundo a Caixa, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático em conta poupança, conforme o calendário abaixo:

- Aniversário em janeiro, fevereiro, março e abril: 13 de setembro de 2019

- Aniversário em maio, junho, julho e agosto: 27 de setembro de 2019

- Aniversário em setembro, outubro, novembro e dezembro: 9 de outubro de 2019

Cuidado com golpes

Vale destacar que a Caixa não enviará links por e-mail nem WhatsApp para trabalhadores a respeito dos saques do FGTS ou das cotas de PIS. Segundo o banco, os canais oficiais serão as únicas fontes seguras de informação para os trabalhadores.