Reprovação de namoro pode ter motivado crime em Arembepe - Jornal Camaçari - Pra quem quer mais!

quinta-feira, 4 de julho de 2019

Reprovação de namoro pode ter motivado crime em Arembepe


O caso jovem Marcus Vitor Sousa Bezerra, de 22 anos, que teria matado os pais na tarde da segunda-feira, 1º, em Arembepe, no município de Camaçari, situado na Região Metropolitana de Salvador (RMS), ganhou novo elemento.

Segundo informações da Polícia Civil, as investigações iniciais apontam que o crime teria como motivação a reprovação das vítimas do relacionamento amoroso que ele tinha com uma garota.


Raimunda da Conceição Souza, 45, e Rinaldo Vitor Bezerra, 62, que era policial militar da reserva, foram mortos por golpes de facão. Os corpos das vítimas foram encontrados com muitos cortes e com os membros amarrados emlençóis. Logo depois, o suspeito incendiou o imóvel na região de Coqueiros de Arembepe ainda com os corpos do dentro.

Na terça, 2, após Marcus receber alta do Hospital Geral do Estado (HGE), onde foi socorrido depois de sofrer tentativa de linchamento, foi atuado em flagrante. Em seguida, encaminhado para o Complexo Penitenciário da Mata Escura. Sem advogado particular, a Defensoria Pública do Estado assumiu sua defesa.

De acordo com a assessoria de comunicação do Instituto Médico Legal (IML), parentes das vítimas moram no estado do Maranhão e ainda não foram até a sede do órgão para os procedimentos de liberação dos corpos. O sepultamento ainda não tem data prevista.