segunda-feira, 3 de junho de 2019

Esquartejado pela mãe, Rhuan teve pênis cortado um ano antes de morrer


O pequeno Rhuan Maicon, de 9 anos, encontrado morto na madrugada deste sábado (1) em Samambaia, no Distrito Federal, foi sequestrado há cinco anos pela mãe, Rosana Auri da Silva Cândido, de 27 anos, do Acre. O corpo de Rhuan foi achado esquartejado dentro de uma mala na quadra QR 425 de Samambaia

Além disso a criança teve o pênis cortado há cerca de um ano. As informações são do Correio Braziliense e foram divulgadas pelo Conselho Tutelar da região.

O procedimento foi feito em casa por Rosana, mãe de Rhuan e pela companheira, Kacyla Priscyla Santiago Damasceno. Elas contaram aos agentes que mutilaram o menino porque ele queria ser garota.

As mulheres tiveram a prisão preventiva decretada. Segundo o delegado responsável, Guilherme Sousa Melo, como se trata do crime de um menor de 14 anos, a pena pode variar de 12 a 30 anos. Ele ainda disse que elas também serão investigadas por manter Rhuan e a irmã em cárcere privado e por lesão corporal.

O pai do menino, Maycon Douglas Lima de Castro, disse que quer dar “um enterro digno” para seu filho. Ele contou que teve um relacionamento rápido com Rosana e que se  desesperou quando ficou sabendo da morte do filho
.