terça-feira, 21 de maio de 2019

Estudantes da rede estadual fazem provas da 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática


Estudantes da rede estadual de ensino participaram, nesta terça-feira (21), da primeira fase da 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que teve 18,1 milhões de estudantes inscritos em todo o país. Na Bahia, a OBMEP teve 1.092 escolas estaduais inscritas, ou seja, mais de 90% da rede estadual. As provas foram aplicadas durante duas horas e 30 minutos e envolveram 20 questões preparadas em três níveis, de acordo com o grau de escolaridade: Nível 1 (6º e 7º anos do Ensino Fundamental), Nível 2 (8º e 9º anos do Ensino Fundamental) e Nível 3 (estudantes do Ensino Médio). Os alunos classificados nesta etapa farão a prova da segunda fase, em 28 de setembro. 

No Colégio Estadual de Cravolândia (159 km de Salvador), 261 alunos participaram das provas. Eles chegaram cedo e foram recebidos com palavras de incentivo e cartazes com frase motivacionais do tipo: “seja o nosso campeão”. No município de São Félix (a 119 km da capital) o estudante Ihlan de Lima, 14 anos, que faz o 1º ano do Ensino Médio no Colégio Estadual Rômulo Galvão, saiu confiante. “Sempre gostei de Matemática e fazer a prova da OBMEP foi tranquilo para mim. Foram vinte questões de fácil resolução. Me preparei, tive apoio e incentivo dos professores para hoje e espero ter uma boa colocação”.


A Secretaria da Educação do Estado tem estimulado os estudantes a participarem das diversas olimpíadas nacionais e estaduais, em distintas áreas do conhecimento, cujas inscrições são gratuitas. O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, disse que as olimpíadas são espaços importantes de valorização dos estudantes e professores, além de contribuírem para o desenvolvimento das habilidades nos mais variados componentes curriculares. “Estamos em uma fase de fortalecimento de uma agenda da Educação da Bahia e, dentre as atividades que estamos realizando, está a mobilização para a participação das diversas olimpíadas em diferentes áreas do conhecimento. É importante que todos os colegiados escolares mobilizem os estudantes”, destacou.

Mais sobre a OBMEP - A OBMEP tem como objetivo contribuir para estimular o estudo da Matemática, identificar jovens talentosos, incentivar o ingresso dos estudantes em áreas científicas e tecnológicas e promover a inclusão social pela difusão do conhecimento. Como premiação para os primeiros colocados das escolas públicas serão concedidas 6.500 medalhas, sendo 500 de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze e serão entregues até 46.200 certificados de menção honrosa. Estudantes de instituições particulares receberão 975 medalhas, sendo 75 de ouro, 225 de prata e 675 de bronze, e até 5.700 certificados de menção honrosa. A divulgação dos vencedores está prevista para 3 de dezembro.