sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Comissão composta por moradores faz visita técnica às obras do Rio Camaçari


A obra do Programa de Saneamento Integrado – Fase 2,  da Bacia do Rio Camaçari, segue sendo executada no bairro da Lama Preta. Com proposta de sanar dúvidas acerca do projeto físico a ser realizado nas comunidades específicas vinculadas ao programa, uma equipe do Projeto de Trabalho Social (PTS) realizou, na manhã desta quinta-feira (21/02), visita de campo com os membros da Comissão de Acompanhamento do Programa (CAP).

A comissão, que é composta por moradores das localidades, passou pelo Trecho 19, na Nova Vitória; Trecho 20, na Lama Preta; e Trecho 21, no Parque Verde. Na oportunidade, a equipe percorreu todo o trajeto que será beneficiado pelo projeto de reurbanização e saneamento. Todos estavam atentos às informações sobre a recuperação e revitalização do Rio Camaçari, que contribuirão para a melhoria das condições de vida da população.




Para Helbert Simões, morador do bairro Nova Vitória há 5 anos, ser selecionado para fazer parte da comissão foi importante para que ele tivesse conscientização dos cuidados com o meio ambiente. “Está sendo gratificante fazer parte do grupo, participar das reuniões, dos encontros e poder compartilhar as informações com os moradores da minha rua. Além do conhecimento que estou adquirindo, estou aprendendo a cuidar do meio ambiente”, esclareceu.


Moradora há 46 anos da Lama Preta, Maria Antônia Bacelar diz se sentir orgulhosa em fazer parte da CAP. “Estou feliz por poder acompanhar de perto e poder informar as pessoas do meu bairro sobre o andamento da obra”, afirmou.

No Trecho 19, próximo a Rodoviária, a obra tem extensão de 600 metros; no Trecho 20, são 1.220 metros, sendo que ambas passarão por serviço de limpeza e urbanização integrada. Já no Trecho 21, ocorrerá o serviço de esgotamento sanitário.

Além de todo maquinário pesado, ferramentas, operários e engenheiros, a obra conta com o trabalho social nas comunidades situadas nas imediações do rio e seus afluentes, e que serão diretamente impactadas com as intervenções, a fim de que recebam amparo e esclarecimentos necessários sobre as obras do programa. “Nesse momento orientamos e esclarecemos a comissão sobre possíveis dúvidas do projeto físico em andamento, respeitando a legalidade do programa, mas deixando-os tranquilos quanto à segurança na moradia”, disse Monique Matos, coordenadora do trabalho social.

A ação de recuperação do Rio Camaçari faz parte do Programa de Saneamento Integrado do Ministério das Cidades e está sob a responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra). De acordo com Cássia Mota, diretora do projeto de obras estruturantes da Seinfra, as principais ações do programa visam a recuperação e despoluição do rio e urbanização de suas margens com construção de áreas de lazer, praças e áreas esportivas. “Estamos dando andamento ao projeto, acompanhando, fiscalizando e buscando celeridade, sempre com a autorização da Caixa Econômica Federal”, concluiu.

A obra faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e é bancada na maior parte pelo Ministério das Cidades, através da Caixa Econômica Federal.