Após ficar foragido por quase três meses, depois de assassinar a companheira Andressa Palmeira da Silva, 18 anos, Fagner de Jesus Souza, 27, teve o mandado de prisão temporária cumprido, na quinta-feira (29). Ele foi preso na cidade sergipana de Aracaju por policiais da 26ª Delegacia Territorial (DT) de Vila de Abrantes, Região Metropolitana de Salvador. 

Andressa foi morta a facadas dentro da casa onde morava, na Rua da Paz, em Vila de Abrantes, em setembro deste ano. Conforme a titular da 26ª DT, delegada Danielle Monteiro, Fagner confessou o crime. “Ele não aceitava o fim do relacionamento, que sempre foi conturbado com agressões verbais, físicas e ameaças de morte”, explica a titular.

O casal deixou um filho, que na época do crime tinha sete meses. Fagner está preso à disposição da Justiça e irá responder por feminicídio triplamente qualificado.