Divulgação SSP

A Polícia Civil segue em busca dos outros integrantes da quadrilha de estelionatários que tentou sacar R$ 68 milhões em uma agência do Banco do Brasil, na cidade de Poções. Onze pessoas foram capturadas pela Polícia Militar, na última quarta-feira (17/10).


Dois dias antes, o grupo foi ao banco e apresentou o cheque. Desconfiada, a gerência pediu alguns dias para providenciar o montante e descobriu que se tratava de um golpe. Foi solicitado apoio à PM que prendeu o grupo quando retornou à agência. O valor de R$ 1 milhão chegou a ser oferecido para o gerente facilitar a transação.

“As equipes da 10a Coorpin (Vitória da Conquista) estão trabalhando, nas identificações dos presos, pois, nesse tipo de crime, é comum o uso de documentação falsa. O bando tem integrantes de Jequié, Poções e Ipiaú”, explicou o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis.

Ele aproveitou para descartar qualquer ligação da quadrilha com grupo político, como vem sendo divulgada em redes sociais. “Lamentável. Esse tipo de uso equivocado da informação ainda atrapalha a investigação”, concluiu.