Felipe Oliveira / EC Bahia


O melhor momento do Bahia na Série A foi na 18ª rodada, quando venceu o América-MG por 1x0 na Fonte Nova, alcançou a nona colocação e abriu seis pontos da zona de rebaixamento. Neste sábado (27), contra o Corinthians, às 19h, no Itaquerão, o tricolor tem a chance de voltar à primeira página da tabela.

Para isso, precisa vencer o jogo e torcer por uma derrota do Cruzeiro, que recebe  o lanterna Paraná, no Mineirão. Ainda que o tropeço do time celeste seja improvável, um novo triunfo do Bahia representará o aumento da invencibilidade na competição para cinco partidas e uma consequente mudança de patamar, já que a equipe passou a maioria das 30 rodadas lutando contra o rebaixamento.

“Quando fizemos os 37 pontos, a gente conversou e falou: chega, né? Mudar um  pouco o nosso patamar. Tem que começar a pensar numa pré-Libertadores, Libertadores, que vai ser muito importante pro clube e pra gente. A gente também precisa do clube para fazer ele chegar cada vez mais longe”, disse o lateral Léo, mostrando-se motivado em brigar por objetivos maiores na Série A.

Ele retorna após ter ficado fora do confronto diante do Atlético Paranaense pelas quartas de final da Sul-Americana, por suspensão. Léo sabe, no entanto, que o Corinthians vem em um momento de muita pressão. É o 12º colocado com 36 pontos, um a menos que o Bahia, que ocupa a 11ª posição.

“Sabemos que eles empataram com nosso rival, estão muito pressionados, querem o triunfo. A gente vai fazer um jogo muito duro lá, pois também precisamos almejar coisas grandes”, avisou, citando o 2x2 entre Vitória e Corinthians, na rodada anterior, no Barradão.

Nova dobra?

Sem Zé Rafael, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Enderson Moreira pode repetir a mesma estratégia que utilizou no triunfo sobre o Botafogo por 1x0, no Engenhão. Na ocasião, o técnico tricolor dobrou o lado esquerdo com os laterais Léo e Paulinho. O segundo atuou avançado, na linha do meio-campo.

Gilberto segue fora, tratando um estiramento no joelho e, com isso, Edigar Junio deve ser mantido entre os titulares. Quem volta é o atacante Élber, recuperado de uma lesão na panturrilha.

Como mais uma vez sequer divulgou os relacionados, Enderson mantém o mistério na escalação. É possível que Nilton ou Flávio entre no lugar de Elton. Na direita, Bruno pode voltar na vaga de Nino, já que o segundo é a única opção na Sul-Americana.

Quem também pode aparecer entre os titulares é Vinícius. Neste caso, Ramires seria deslocado para a ponta e Paulinho ficaria no banco. 

Correio