Transexual sofre tentativa de homicídio e tem prótese de silicone arrancada a facadas na Bahia


Uma crime bárbaro chocou os moradores de Vitória da Conquista na noite deste último sábado (28/7). Uma transexual tentou matar outra na Avenida Integração.  Testemunhas disseram que a agressora discutia com a vítima, de nome Talita, quando começou a golpeá-la com uma faca. As informações são do Blitz Conquista.


A vítima tentou se defender, mas foi ferida nas mãos e no peito. Um dos seios foi atingido e a prótese arrancada. A Polícia identificou a transexual Wiliam Gomes Silva, “Priscila”, natural de Caatiba, como sendo a suspeita de esfaquear Talita. A vítima foi atendida pelo SAMU e encaminhada ao hospital de Base. Seu estado de saúde é considerado grave.

A Polícia Militar esteve na casa da suspeita, mas não a encontrou. No imóvel, os militares encontraram uma faca, que pode ter sido utilizada na agressão.  As primeiras informações dão conta que a motivação do crime seria o desacordo financeiro.