O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e o movimento Povo Sem Medo estão ocupando o apartamento triplex, no Guarujá, que seria do ex-presidente Lula, na manhã desta segunda-feira (16). Por causa do apartamento, ele foi julgado e condenado, e agora cumpre a sentença na sede da Polícia Federal, em Curitiba.

Uma das faixas que foi colocada pelos manifestantes diz: "Se é do Lula, é nosso. Se não é, por que prendeu?".

Alguns manifestantes se concentram na portaria do prédio e gritam palavras de ordem. O pré-candidato à presidência da República Guilherme Boulos (PSol) também participa do ato.

Lula foi condenado a 12 anos e um mês. De acordo com as investigações, o imóvel e a reforma, estimados em R$ 2,4 milhões, foram feitos pela empreiteira OAS em favorecimento da empresa em contratos na Petrobras.