Vereadores se reúnem com a Petrobras para tentar impedir fechamento da Fafen


O presidente da Câmara de Camaçari, vereador Oziel (PSDB), está no Rio de Janeiro, na companhia do prefeito Elinaldo (DEM) e do vereador Marcelino (PT), a fim de debater com o diretor-executivo de Refino e Gás Natural da Petrobras, Jorge Celestino, sobre o fechamento da Fafen (Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Bahia), anunciado pela estatal para o primeiro semestre deste ano.

A reunião acontece nesta quarta-feira (21), na sede da Petrobras. “O nosso encontro tem como principal objetivo buscar uma alternativa para Camaçari”, comentou o prefeito.



“Precisamos dar as mãos e buscar uma solução para o problema, com uma só posição: não aceitamos o fechamento da Fafen em Camaçari”, declarou Oziel.

Para discutir sobre o fechamento da empresa, a Câmara realizou, na tarde desta terça-feira (20), uma audiência pública com a participação de vereadores, trabalhadores,  representantes do Executivo Municipal, do Legislativo Estadual e líderes sindicais.  “Esta é a hora de nos unirmos para defender o não fechamento da Fafen, empresa muito importante para a economia do Estado e do Município”, disse o proponente da Audiência, vereador Marcelino.

Atualmente, a planta da Fafen Camaçari tem 251 funcionários diretos e cerca de 400 indiretos. Segundo a empresa, a decisão pela suspensão de suas atividades no município se deve às perspectivas de perdas. No ano passado, a Fafen teve resultado negativo de cerca de R$ 200 milhões.