No Twitter, Marcelo Sant'Ana cita cláusulas imorais no contrato da PPP da Fonte Nova

fevereiro 26, 2018

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O ex-presidente do Bahia, Marcelo Sant'Ana, fez uma publicação na sua conta do Twitter, nesta segunda-feira (26), citando cláusulas "imorais" no contrato de parceria público-privada (PPP) da Arena Fonte Nova.

Nesta manhã foi deflagrada pela Polícia Federal a "Operação Cartão Vermelho", que investiga suposto esquema de corrupção envolvendo a demolição, construção e gestão da Arena Fonte Nova.

"Há cláusulas (opinião) ilegais e imorais em contratos da PPP da Fonte [Nova]. Exemplo: proibir Bahia e Vitória de usar [o estádio de] Pituaçu (público) sem autorização do consórcio FNP (privado) e administrador da Fonte. Contrato Bahia X FNP vence em abril. PF e TCE têm que evitar mais prejuízos ao cidadão", escreveu Sant'Ana.


Segundo as investigações, a licitação que culminou com a Parceria Público Privada nº 02/2010 foi direcionada para beneficiar o consórcio Fonte Nova Participações (FNP), composto pelas empresas Odebrecht e OAS. O superfaturamento da obra pode chegar a mais de R$ 450 milhões e grande parte teria sido desviada para o pagamento de propina e o financiamento de campanhas eleitorais.



Redação Galáticos Online

Outras Notícias
© Improta e Andrade Comunicação LTDA
Camaçari em Foco Notícias